Busca no Site - site search
“A promessa maior da ciência, que é a ampliação da nossa longevidade ou, até mesmo, a imortalidade, são possibilidades que não fazem sentido até que saibamos a razão da própria vida.” (N. Bonder, Portais secretos, p. 113)
 

2CMN

2º CONGRESSO MISSIONÁRIO NACIONAL

Santuário de Aparecida
Aparecida, SP, 1 a 4 de maio de 2008

“Ao chamar os seus para que o sigam, Jesus lhes dá uma missão muito precisa: anunciar o evangelho do Reino a todas as nações (cf. Mt 28,19; Lc 24,46-48). Por isso, todo discípulo é missionário, pois Jesus o faz partícipe de sua missão, ao mesmo tempo que o vincula a Ele como amigo e irmão. Dessa maneira, como Ele é testemunha da missão do Pai, assim os discípulos são testemunhas da morte e ressurreição do Senhor até que ele retorne. Cumprir essa missão não é tarefa opcional, mas parte integrante da identidade cristã (...).”
[Documento de Aparecida 144].


MOTIVAÇÃO

Seguindo as orientações da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe, que se realizou de 13 a 31 de maio de 2007 em Aparecida, a realização do CAM 3 – Comla 8 no Equador, de 12 a 17 de agosto de 2008, convoca as Igrejas do Continente para assumir e operacionalizar a missão como paradigma-síntese de Aparecida, a missão da Igreja e a natureza missionária de todos os batizados [cf. DA 347].
Aparecida convida a Igreja povo de Deus assumir a sua caminhada latino-americana pós-conciliar, a opção pelos pobres de Medellín (1968) e Puebla (1979), e a inculturação e a opção pelos outros de Santo Domingo (1992) e colocar a missão no centro de suas atividades pastorais. A palavra “missão” sintetiza essa caminhada e, ao mesmo tempo, sintetiza os conteúdos do Documento de Aparecida. Portanto, a grande preocupação de Aparecida é a transformação de todos os batizados em discípulos missionários no meio de nós e nos confins do mundo. Ser discípulo missionário significa anunciar, como Jesus fez, “a Boa-Nova do Reino aos pobres” [DA 30]. A missão está a serviço do Reino [DA 3, 190, 223], e o Reino está a serviço dos pobres. “Toda autêntica missão unifica a preocupação pela dimensão transcendente do ser humano e por todas as suas necessidades concretas” [DA 176]. E toda autêntica missão é contextual e universal, é universalmente contextualizada. Ao impulsionar a missão universal da Igreja estamos preparando “uma nova primavera da missão ad gentes” [DA 379].
O 2o Congresso Missionário Nacional é um momento propício para refletir sobre a caminhada missionária em nosso país, celebrar as graças que recebemos, agradecer a criatividade e os sacrifícios das nossas testemunhas na fé e, a partir a síntese de Aparecida, como os discípulos de Emaús, voltar por outros caminhos, com entusiasmo, dedicação e esperança.

OBJETIVO GERAL: assumir a nossa “natureza missionária”, guiados pelo Espírito, a serviço do Reino, à luz do Documento de Aparecida em vista do CAM 3 – COMLA 8.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • refletir o projeto missionário da Igreja no Brasil em todas as suas dimensões;
  • acolher práticas missionárias significativas a serviço dos pobres;
  • partilhar o testemunho do nosso engajamento missionário;
  • fortalecer as comunidades missionárias e os Conselhos Missionários, em âmbito diocesano e regional;
  • articular melhor os organismos e as forças missionárias no país;
  • celebrar a caminhada da dimensão missionária;
  • assumir, a partir da nossa “natureza missionária”, novas responsabilidades e traçar novos caminhos;
  • promover vocações missionárias.

TEMA: DO BRASIL DOS BATIZADOS AO BRASIL DE DISCIPULOS MISSIONÁRIOS SEM FRONTEIRAS.

EIXOS

  • Discipulado: Nossa Igreja como comunidade discípula missionária de Jesus.
  • Pentecostes: Nossa Igreja como comunidade guiada pelo Espírito.
  • Evangelização: Nossa Igreja como comunidade missionária para a humanidade.

LEMA: IGREJA NO BRASIL: ESCUTA, SEGUE E ANUNCIA.

MUTIRÕES DE REFLEXÃO

  1. Os CAMs – Comlas: o significado da caminhada missionária da América Latina desde o Vaticano II até Aparecida.
  2. A formação da comunidade como discípula missionária sem-fronteiras.
  3. A missão para a humanidade como responsabilidade dos ministérios ordenados nas Igrejas locais.
  4. Os consagrados e as consagradas como presença profética da Igreja missionária no meio de nós e nos confins do mundo.
  5. Perspectivas evangélicas para a missão dos leigos, das leigas e das famílias diante dos novos desafios do mundo globalizado.
  6. A Infância e juventude missionária: sementes de uma nova humanidade.
  7. Discípulos missionários da Amazônia para o mundo
  8. Comunicação e missão: meios a serviço da evangelização
  9. A missão e o desafio do diálogo ecumênico, interreligioso e intercultural para uma ética e uma paz mundial.
  10. Migração como caminho de evangelização.
  11. A Igreja em discipulado missionário junto aos povos indígenas e afro-descendentes.
  12. A animação missionária além-fronteiras como tarefa específica dos organismos missionários.
     

PROGRAMAÇÃO

Quinta feira – 1 de maio: DIA DO CAMINHO
LOCAL: SANTUÁRIO NACIONAL, APARECIDA

10h00 – 16h00: Credenciamento e acolhida dos participantes
16h00 – 17h30: Missa de Abertura do 2º Congresso Missionário Nacional
18h00 – 19h30: Sessão de Abertura


Sexta feira – 2 de maio: DIA DO ENCONTRO
PARTE DA MANHÃ: AUDITÓRIO DO SANTUÁRIO NACIONAL, APARECIDA

08h00 – 08h15: Oração
08h15 – 10h00: Painel temáticoMemória

10h00 – 10h30: Intervalo

10h30 – 12h00: Conferência


PARTE DA TARDE: COLÉGIO DO CARMO, GUARATINGUETÁ

12h30 – 14h30: Almoço
14h30 – 16h00: Mutirões de reflexão
16h00 – 16h30: Intervalo
16h30 – 18h00: Mutirões de reflexão
19h00 – 20h00: Missa nas paróquias


Sábado – 3 de maio: DIA DA PARTILHA
PARTE DA MANHÃ: AUDITÓRIO DO SANTUÁRIO NACIONAL, APARECIDA

08h00 – 08h15: Oração
08h15 – 10h00: Painel de experiências missionárias significativas

Vozes da África e da América: Missão no meio da humanidade, dando de nossa pobreza, como discípulos missionários sem fronteiras:
Aparecida Severo da Silva (Amazônia); Mônica Guarnieri Machado (Guiné); Pe. Camillo Pauletti (Moçambique); Ir. Elvira Augusto(Moçambique).

10h00 – 10h30: Intervalo

10h30 – 12h00: Painel de experiências missionárias significativas

Vozes da Ásia e da Oceania: Missão no meio da humanidade, com coração universal, aberto a todas as culturas e a todas as verdades:
Pe. Luiz Carlos Emer (Coréia do Sul); Ir. Maria Nieta Oliveira (Timor Leste); Pe. Joachim Andrade (Índia).

PARTE DA TARDE: COLÉGIO DO CARMO, GUARATINGUETÁ

12h30 – 14h30: Almoço
14h30 – 16h00: Apresentações dos Mutirões
16h00 – 16h30: Intervalo
16h30 – 18h00: Apresentações dos Mutirões e considerações dos assessores
19h00 – 20h00: Missa nas paróquias
 

Domingo – 4 de maio de 2008 DIA DO ENVIO
LOCAL: AUDITÓRIO DO SANTUÁRIO NACIONAL, APARECIDA

08h00 – 09h00: Missa no Santuário Nacional
09h00 – 09h30: Intervalo
09h30 – 10h30: Sessão de encerramento: Seguimento

10h30 – 11h00: Intervalo
11h00 – 12h00: Intervenções finais (Fr. Santiago Ramírez) e celebração de envio missionário
12h30 – 14h00: Almoço no Seminário Missionário Bom Jesus


PARTICIPANTES

O 2º Congresso Missionário Nacional conta com a participação de 588 pessoas inscritas. Este número caracteriza o Congresso como um momento de encontro, reflexão, partilha e envio, antes de ser um grande evento festivo.
Os convidados são os delegados dos Conselhos Missionários Diocesanos (COMIDIs), de Instituições e Organismos missionários engajados na animação missionária de suas Igrejas.
Cada Regional da CNBB, através de seu COMIRE (Conselho Missionário Regional), teve a disposição um número de vagas proporcional ao número de suas dioceses, e compôs o grupo de participantes de acordo com sua própria realidade eclesial.

IMPRENSA

Os meios de Comunicação interessados em fazer a cobertura do Congresso, em Aparecida, devem fazer o Pré-Credenciamento enviando um e-mail para: imprensa@santuarionacional.com (Flávia Gabriela), informando o Veículo de Comunicação e os nomes com os dados dos Comunicadores que atuarão no Evento.
Chegando em Aparecida o Credenciamento definitivo deve ser feito na Sala de Imprensa do Santuário que fornecerá o Crachá e as informações necessárias para o trabalho.
Durante os dias do Congresso, (1º a 4 de maio) os Meios de Comunicação que desejarem fazer contatos para entrevistas, produções e matérias podem contatar a Assessoria de Imprensa pelo Tel.: (12) 3104.1041. Serão realizadas também três coletivas de imprensa: na Sala de Imprensa, dias 02 e 03 de maio, às 10h00, e dia 04 de maio, às 12h00.

ORGANIZAÇÃO

1. O COMINA, através de sua equipe executiva e dos coordenadores dos regionais, promove este evento, assume sua condução e convoca os participantes.

2. A Presidência do Congresso será constituída por:

  • Presidente de honra: Dom Sérgio Castriani – Presidente do COMINA
  • Presidente executivo: Pe. Daniel Lagni – Diretor das POM
  • Vice Presidente: Ir. Márian Ambrosio – Presidente da CRB
  • Coord. da Assessoria: Pe. Estevão Raschietti – Assessor do COMINA
  • Secretário Executivo: Maria Aparecida Gomes da Silva – COMIRE S1

3. A Arquidiocese de Aparecida, junto com COMIRE Sul 1 e o Santuário Nacional de Aparecida, são responsáveis pela organização da infra-estrutura, do alojamento, da alimentação e do transporte dos participantes.

4. Equipes compostas por integrantes do COMIRE Sul 1, da Arquidiocese de Aparecida, da Sub-região Pastoral de Aparecida, do COMINA e do Santuário Nacional, coordenarão os seguintes aspectos: secretaria, acolhida, animação, liturgia, bem-estar, segurança, limpeza e supervisão.

5. A divulgação do evento e o contato com órgãos de imprensa têm como responsável o Pe. Jaime Patias da Revista Missões.

6. Os recursos financeiros serão garantidos pelos organismos e instituições ligadas ao COMINA e pelos mesmos participantes.
 

 

Copyright © 2008 - Missiologia – RELAMI
Todos os direitos Reservados
Malagueta / Br Comunicação