Busca no Site - site search
 
 

1º Congresso Missionário Interinstitucional

Releitura do Decreto Ad Gentes após 40 anos do Vaticano II

Novos impulsos e imperativos para a vida religiosa

21 a 23 de abril de 2005 – São Paulo, SP


JUSTIFICATIVA

O debate em torno da missão ad gentes, alimentado pelos recentes Congressos Missionários Nacional e Americano, fez a Igreja no Brasil refletir, avançar e abrir novos caminhos na dimensão universal da missão. Estamos num processo de assumir cada vez mais o compromisso de viver, testemunhar e anunciar o Evangelho além de todas as fronteiras.
Nesse contexto a Vida Consagrada tem um papel específico no interior das igrejas locais. É chamada a despertar novamente seu papel profético de “se dedicar totalmente à missão” (cf. VC 72), deixando-se interpelar pela Palavra e pelos sinais dos tempos (cf. VC 81), redescobrindo sua identidade na força do testemunho (cf. VC 76) e no valor da fraternidade universal (cf. VC 51), abrindo caminhos para novos projetos históricos de presença e de ação em todos os cantos da terra (cf. VC 78).
Desde sempre as religiosas e os religiosos foram os protagonistas quase exclusivos da missão além-fronteiras, dentro e fora do Brasil. Atualmente, são cerca de 1,8 mil as missionárias e os missionários brasileiros espalhados pelo mundo afora, dos quais 98% são religiosos, e 80% desse total é representado por religiosas.
Contudo, não podemos fechar os olhos diante da mudança de época que estamos vivendo. A progressiva diminuição quantitativa de nossa presença missionária no mundo não se deve tornar uma diminuição qualitativa. Onde está a relevância da vida consagrada dentro da nova realidade mundial? A reflexão missiológica pode balizar nosso discernimento.
A celebração dos 40 anos de Concílio Vaticano II vem ao encontro desse anseio. Este evento inaugurou para a Igreja Católica uma época de transição de uma cristandade fechada e autocomplacente para uma Igreja aberta, mundial e missionária. Fazer memória do Vaticano II não representa um saudosismo facultativo, mas diz respeito à retomada ousada de um compromisso essencial dos cristãos diante do mundo de hoje.
Particularmente, o documento do Concílio Vaticano II “Sobre a atividade missionária da Igreja” nos lembra que a Igreja é missionária por natureza (cf. AG 2). Conseqüentemente, para as religiosas e os religiosos consagrados, a Missão não é algo optativo, mas constitui sua própria identidade.
Retomar o Decreto “Ad Gentes” significa, portanto, reassumir um jeito de ser (quem somos), uma ética (como somos) e um projeto missionário (o que fazemos) como essência para a Vida Consagrada. Trata-se de repensar esse estado de vida fundamentalmente a partir da missão e de seus desafios.
Nesse sentido pensamos na realização de um Congresso Missionário Interinstitucional que pudesse representar, para as congregações comprometidas com a missão além-fronteiras, um momento de encontro, de oração, de estudo, de reflexão, de partilha e de articulação, em vista de celebrar, retomar e propor âmbitos comuns de ação e animação missionária na Igreja no Brasil.


OBJETIVO GERAL

Animar a vida dos institutos e das congregações missionárias para que, a partir dos imperativos do Vaticano II, possam delinear metas para uma nova ética e para projetos de ação e animação missionária na Igreja no Brasil.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • retomar o Decreto “Ad Gentes”;
  • fortalecer a articulação entre os institutos missionários no Brasil;
  • alimentar o debate em torno da Missão “ad gentes”;
  • refletir no papel dos Institutos Missionários na Igreja no Brasil;
  • acolher práticas missionárias significativas;
  • partilhar o testemunho do nosso engajamento missionário;
  • dar continuidade a eventos missionários significativos (Congresso Nacional e CAM–Comla);
  • articular projetos comuns de ação e animação missionária;
  • celebrar a caminhada missionária “ad gentes” dos religiosos e das religiosas do Brasil.


TEMA: RELEITURA DO DECRETO AD GENTES APÓS 40 ANOS DO VATICANO II. Novos impulsos e imperativos para a vida religiosa.

LOGOTIPO: Representa o número 40 evocando, nos traços da bandeira do Brasil, o círculo da comunhão aberto por uma cruz que aponta para o mundo.

LOCAL: Centro Educativo e de Assistência Social La Salle (Ceaslas) - Rua Santo Alexandre, 21 - Vila Guilhermina - CEP: 03542-100 São Paulo, SP - tel.: (11) 6684-2279 - Próximo da estação do metrô Guilhermina – Esperança

DATA: 21 a 23 de abril de 2005.

PARTICIPANTES: Representantes (articuladores) de congregações missionárias que têm algum compromisso com a Missão “ad gentes” e que enviam missionários (as) para outros países.

HOSPEDAGEM: Nas casas religiosas da própria congregação ou por conta dos participantes.

INSCRIÇÃO: Através de ficha padrão enviada, pelo correio ou pela e-mail, ao Centro Xaveriano de Animação Missionária (cf. endereço abaixo). Pedimos a cada participante a colaboração de R$ 100,00 a ser efetuada no dia 21 de abril, no local do congresso, na hora do credenciamento.

MOMENTOS: Celebrações, conferências e debates, mutirões de reflexão, painéis temáticos e de testemunhos, plenários.


PROGRAMAÇÃO

PRIMEIRO DIA: Quinta-Feira, dia 21 de abril

07h30 – 08h30: Credenciamento, acolhida dos participantes e momento de oração
08h30 – 10h00: Sessão de Abertura e primeira conferência:

10h00 – 10h30: Intervalo
10h00 – 12h00: Segunda parte da conferência e debate
12h00 – 13h30: Almoço
13h30 – 15h00: Mutirões de reflexão sobre pistas oferecidas pelo conferencista
15h00 – 15h30: Intervalo
15h30 – 17h30: Painel de experiências missionárias significativas na Ásia.

  • Apresentação dos debates feitos nos mutirões

17h45 – 18h45: Eucaristia
 

SEGUNDO DIA: Sexta-Feira, dia 22 de abril

08h00 – 08h30: Oração
08h30 – 10h00: Resumo do primeiro dia e segunda conferência

10h00 – 10h30: Intervalo
10h30 – 12h00: Segunda parte da conferência e debate
12h00 – 13h30: Almoço
13h30 – 15h00: Mutirões de reflexão sobre pistas oferecidas pelo conferencista
15h00 – 15h30: Intervalo
15h30 – 17h30: Painel de experiências missionárias significativas na África.

17h45 – 18h45: Eucaristia


TERCEIRO DIA: Sábado, dia 23 de abril

08h00 – 08h30: Oração
08h30 – 10h00: Retomada do segundo dia e painel temático:

10h00 – 10h30: Intervalo
10h30 – 12h00: Mesa redonda

  • Dom Sérgio Castriani (CNBB), Ir. Maris Bolzan (CRB) e Pe. Daniel Lagni (POM) – O Papel dos Institutos Missionários hoje na Igreja no Brasil

12h00 – 13h30: Almoço
13h30 – 15h00: Mutirões de reflexão sobre propostas de ação e animação missionária
15h00 – 15h30: Intervalo
15h30 – 17h30: Painel de experiências missionárias significativas na América latina.

17h45 – 18h45: Eucaristia de encerramento


ORGANIZAÇÃO

1. O Conselho Missionário Nacional da CNBB (Comina), através da articulação dos Institutos Missionários, promoveu este evento, assumiu sua condução e convidou os participantes.

2. O Centro Educativo e de Assistência Social La Salle (CEASLAL) foi responsável pela organização da infra-estrutura e da alimentação.

3. Equipes compostas por integrantes da articulação dos Institutos Missionários e o grupo do “Pime Missio” coordenaram as equipes de secretaria, acolhida, animação, liturgia e bem estar.

4. A hospedagem e o transporte até o local do encontro foram por conta dos participantes.

5. O contato com órgãos de imprensa foi tarefa das revistas missionárias.

6. Os recursos financeiros foram garantidos pelas inscrições e pelas entidades promotoras do evento.

7. As inscrições dos participantes, como também qualquer informação a respeito do 1º Congresso Missionário Interinstitucional, foram encaminhadas à secretaria no seguinte endereço:

CXAM – Centro Xaveriano de Animação Missionária
Rua Gregório Serrão, 177, Vila Mariana – Caixa Postal 12985 – 04010-970 SÃO PAULO – SP
Tel/Fax: 011/5572.2016

 

Copyright © 2008 - Missiologia – RELAMI
Todos os direitos Reservados
Malagueta / Br Comunicação