Busca no Site - site search
"Tenha o cuidado de não se sentir estrangeiro Em nenhuma parte do mundo. Eduque seu filho, desde a mais tenra idade No amor aos horizontes largos. Viva em escala mundial Melhor ainda, universal" (Dom Hélder Câmara)
 

Comla 5

5º CONGRESSO MISSIONÁRIO LATINO-AMERICANO

Evangelho nas Culturas – caminho de vida e esperança

Belo Horizonte, 18 a 23 de julho de 1995

O 5º Congresso Missionário Latino-Americano – COMLA 5 – teve, em toda a Igreja do Brasil, da América Latina e do Caribe, uma “apresentação” organizada, intensa e criativa, durante, aproximadamente, cinco anos.

Com o Lema: “Vinde, vede e anunciai” e o Tema: “O Evangelho nas Culturas – caminho de vida e esperança”, o COMLA 5 mobilizou , neste tempo, a missionariedade de nossas Igrejas conforme o Objetivo Geral de “Aprofundar a responsabilidade missionária universal das nossas Igrejas particulares, mediante o intercâmbio de experiências e testemunhos do evangelho nas diferentes culturas, à luz da opção preferencial pelos pobres, para fortalecer o caminho de vida e esperança em todos os povos”.

O momento celebrativo alto aconteceu em Belo Horizonte, MG, Brasil, de 18 a 23 de julho de 1995, com mais de três mil participantes, delegados de todos os países da América Latina e do Caribe e convidados dos Estados Unidos, Canadá e representantes de outros Continentes.

Nesta celebração, mais de mil pessoas, adultos, jovens e crianças, atuaram, diretamente, nos muitos e diferentes serviços. Irmãos e irmãs das paróquias da grande Belo Horizonte envolveram-se na acolhida, na participação, nas celebrações e nos outros momentos mas, principalmente, na recepção e animação, em suas comunidades, com os congressistas, partilhando a alegria da paixão pela missão.

As comunidades eclesiais do Brasil mantiveram-se em comunhão em todo o processo preparatório. E, nos dias do Congresso, viveram “num só coração e numa só alma”, realizando as sugestões contidas no Subsídio: “Celebrando o COMLA 5”.

O fascículo das “Memórias do COMLA 5” consta de quatro partes. A primeira informa sobre o processo de preparação do COMLA 5. A segunda fala das estruturas que possibilitaram o evento. A terceira contém a crônica diária do Congresso. E a quarta parte transcreve os documentos que alimentaram o grande acontecimento.

A última parte oferece a abundante riqueza das mensagens, dos conteúdos estudados e celebrados, da metodologia e da dinâmica vivenciadas, da beleza da hospitalidade da Igreja de Belo Horizonte e da confraternização entre os participantes, as pesquisas de opinião realizadas durante o Congresso e a história, as fontes e a soma dos recursos materiais e a avaliação final.

Muita gente, em todos os países da América Latina e do Caribe, se envolveu diretamente com o COMLA 5. E para toda essa multidão o acesso a estas “Memórias”, certamente, reacenderá o coração com a lembrança viva, sobretudo do grande evento em Belo Horizonte. Possibilitará um revigoramento do ardor missionário e o caminhar para o COMLA 6, a ser celebrado na Argentina de 29 de setembro a 3 de outubro de 1999, na cidade de Paraná.

A magnitude do COMLA 5 exigiu um grande esforço conjunto das Pontifícias Obras Missionárias (POM), das Comissões da Dimensão Missionária das Conferências Episcopais da América Latina e do Caribe, das Igrejas particulares e de uma grande quantidade de assessores, assessoras e voluntários. E é justo que todas estas abnegadas pessoas tenham em mãos este registro, mesmo que seus nomes nele não constem.

Agradecemos às pessoas que participaram na elaboração destas “Memórias do COMLA 5”: Irmão Israel José Nery e Pe. Antônio de Almeida pelo trabalho de recolher as colaborações deste Evento por meio das Crônicas e Relatório integrados no conjunto deste livro; à equipe de redação: Pe. Franco Masserdotti, Ir. Anna Tomelin, Pe. João Panazzolo, José Francisco Alves (Chicão) e Pe. Jurandyr Araujo; ao revisor Adélio Damasceno Duarte; ao digitador Alair Ranzan e diagramadores.

Que estas Memórias continuem fazendo arder nossos corações de paixão pela missão e alarguem sempre mais os horizontes da missão além de todas as fronteiras, “ad gentes”, para uma missão sem fronteiras hoje e no novo milênio.
Com Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira da América Latina e com todos os santos e santas e com os mártires de nosso continente, glorificamos o Pai, o Filho e o Espírito Santo pelo êxito apostólico do COMLA 5 e pelos inúmeros benefícios que dele advieram para a Igreja e a missão evangelizadora. À Trindade Santíssima consagramos a caminhada missionária de nossa Igreja, tão fortemente alimentada pela dinâmica dos COMLAs.

Brasília, 25 de janeiro de 1998, Solenidade da Conversão de São Paulo.

D. Serafim Fernandes de Araújo,
Arcebispo de Belo Horizonte, MG

Pe. João Panazzolo,
Diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias

Veja o fascículo das Memórias do Comla 5 com todos os documentos de preparação, de organização e de realização do evento: clique aqui
 

 

Copyright © 2008 - Missiologia – RELAMI
Todos os direitos Reservados
Malagueta / Br Comunicação