1º Congresso Missionário Nacional

de 1CMN – Belo Horizonte, MG, 17 a 20 de julho de 2003

TEMA: Enviados aos Confins do Mundo para Anunciar o Evangelho da Paz, a partir da Pobreza, da Alteridade e do Martírio no Meio de Nós. LEMA: Igreja no Brasil, Tua Vida É Missão. OBJETIVO GERAL: Aprofundar a reflexão em vista da contribuição da Igreja no Brasil para a realização do CAM 2—Comla 7. OBJETIVOS ESPECÍFICOS […]

Ética, politica y derechos humanos: hacia el futuro

de José Comblin

El título que me dieron decía Ética, política y derechos humanos bajo el neoliberalismo: caminos hacia el futuro. Sin embargo desde el 20 de septiembre de 2002 la situación ha cambiado. La administración norte-americana publicó un documento definiendo la nueva estrategia nacional de seguridad de los Estados Unidos. Este documento marca el inicio oficial del […]

Causa indígena e Fórum Social Mundial 2003

de Paulo Suess

A lógica do capitalismo é a lógica de acumulação. Acumulação significa: tudo o que se produz é para poucos, distribuído numa rede de privilégios, prestígio e poder. O regime de acumulação subordina todos os projetos populares e os projetos indígenas a esta lógica. Faça o download do arquivo completo clicando aqui.

Cimi 30 anos: contexto, origem, inspiração

de Paulo Suess

Os 30 anos do Cimi devem ser vistos no contexto de uma constelação de vários jubileus: 500 anos de conquista, 40 anos do início do Concílio Vaticano II e quase 35 anos de Medellín. Perguntado sobre o significado do Concílio, João XXIII abriu, num gesto simbólico, as janelas do seu quarto … Faça o download […]

Piedras en el camino. Perspectivas de diálogo interreligioso desde escenarios de conflicto

de Paulo Suess

Los países latinoamericanos son una “democracia racial” así como son una “democracia política”. Ambas estas “democracias” favorecen las desigualdades con base en el origen étnico y el lugar social del nacimiento y dificultan, desde el tiempo de la colonización, el diálogo. Ser indígena, negro o blanco determina las oportunidades sociales en el país y limita […]

Pedras no caminho. Perspectivas de diálogo inter-religioso desde cenários de conflito

de Paulo Suess

As pedras apontam para uma tarefa urgente, a assunção da diversidade e o reconhecimento da alteridade. As pedras podem tornar-se pedras preciosas, desde que lembram as igrejas de sua origem pluricultural em Pentecostes. A memória e a prática desta diversidade, como parte integrante da identidade eclesial, é o pressuposto de uma diálogo inter-religioso como dom […]