Artigos

Aonde vais, Igreja? Os rumos da Igreja no Brasil a partir das Diretrizes Gerais da CNBB (2011-2015)

de Paulo Suess –25/08/2011

“A urgência das DGAE 2011 aponta, como uma espécie de PAC (Programa de Aceleração dos Católicos) eclesial apenas para a velocidade, não para o caminho. Pela falta de recursos e agentes de pastoral nas periferias das nossas grandes cidades, os ministros que restam se tornaram, muitas vezes, missionários e missionárias de Fórmula 1, sobrecarregados com […]

Primeira evangelização e desafios de uma nova evangelização

de Juan Botasso – 11/05/2011

A evangelização da América começou com um grande entusiasmo. Não tanto pela impressão causada pela perda da metade dos países europeus por causa da Reforma Protestante, que ainda não havia começado, mas pelo convencimento de que a América oferecia uma oportunidade única e inesperada para dar origem a um tipo de igreja mais próxima do […]

Conjuntura Eclesial e Sínodo para uma nova Evangelização

de Mario de França Miranda – 05/05/2011

Vivemos, quer nos agrade ou não, a passagem de uma Igreja de cristandade para uma Igreja de diáspora que nos aproxima de certo modo do cristianismo primitivo. Toda mudança exige não só atenção, clarividência, avaliação e discernimento com relação ao que está em questão, mas também certa lucidez concernente às condições e aos pressupostos exigidos […]

De la Misión Continental a la Misión Universal

de Stefano Raschietti – 31/10/2010

La Misión Continental, a partir del significado que fue adquiriendo a lo largo de todo el proceso ‘pre-Aparecida y post- Aparecida’,  se convierte en símbolo del salto decisivo de una Iglesia que pasa de promover algunos eventos misioneros para congregar más fieles, a situarse en estado permanente de Misión. Dicho salto corresponde a una renovada […]

Nos trilhos do Vaticano II: os desafios dos povos indígenas e a presença pastoral da Igreja Católica

de Paulo Suess – 17/09/2010

A Missão lembra um longo caminho percorrido. Hoje convoca os peregrinos para a construção de “uma Igreja autenticamente pobre, missionária e pascal” (Medellín V/15) que caminha junto aos pobres. Neles “reconhece a imagem de seu Fundador pobre e sofredor” (LG 8). Nessa caminhada, o Ressuscitado se revela como caminho novo. A caminhada é configurada por […]

A caminhada eclesial pós-conciliar junto ao povo Kaingang

de Renato Estevão Biasi – 03/09/2010

O autor fez o seu mestrado sob a orientação do Prof. Dr. Dr. h.c. Paulo Suess (no contexto da pós-graduação em missiologia no ITESP). O objetivo central da sua dissertação é a memória, a análise e o horizonte das contribuições dos “Encontros da Pastoral Indigenista do Alto Uruguai – Epiau” para a ação missionária desenvolvida […]

Inovação pastoral da Igreja Católica: O Conselho Indigenista Missionário (Cimi)

de Paulo Suess – 31/08/2010

Este texto foi apresentado na Mesa Redonda “Missões religiosas e povos indígenas no tempo presente” das “XIII Jornadas Internacionais sobre as Missões Jesuíticas. Fronteiras e identidades: povos indígenas e missões religiosas”, organizadas pela Universidade Federal da Grande Dourados, Faculdade de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Linha de Pesquisa História Indígena, no dia 2 […]

Missão e colonização em stand-by: Os povos indígenas e a Igreja pós-conciliar

de Paulo Suess – 31/08/2010

Este texto foi apresentado na Mesa Redonda: “Missões religiosas e povos indígenas no tempo presente” das “XIII Jornadas Internacionais sobre as Missões Jesuíticas. Fronteiras e identidades: povos indígenas e Missões religiosas”, organizadas pela Universidade Federal da Grande Dourados, Faculdade de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Linha de Pesquisa História Indígena, no dia 2 […]

Viver Bem – Sumak Kawsay – Reino de Deus

de Paulo Suess – 19/08/2010

No discurso público, o projeto de vida plena real para todos, desapareceu completamente. Vivemos não só num mundo pós-moderno, mas também num mundo pós-utópico. Exatamente neste momento pós-utópico emergiu em países latino-americanos muito pequenos e economicamente frágeis, a proposta de um projeto sócio-político alternativo. Enquanto Brasil está competindo com os países com economias fortes, nas […]

Ateus e pós-seculares: dois interlocutores da missão ad gentes

de Paulo Suess –24/07/2010

O diretor do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura da Conferência Episcopal Portuguesa, o padre José Tolentino, declarou que com a morte de José Saramago, dia 18 de junho p. p., Prêmio Nobel de Literatura de 1998 e ateu confesso, “a Igreja perde um crítico com o qual soube dialogar constantemente”. Nas categorias do censo […]