Artigos

A bandeira de uma Igreja pós-colonial, com rosto amazônico

de Ricardo Machado – 17/02/2020

No dia 12 de fevereiro, em que se faz memória do assassinato da missionária Irmã Dorothy Stang por pistoleiros no Pará, o papa Francisco publicou a Exortação Apostólica Querida Amazônia, documento inspirado pelo Documento final do Sínodo Pan-Amazônico e na sua Carta Encíclica Laudato si’. O documento é articulado a partir de quatro eixos – […]

O sonho ecológico

de Erwin Krautler – 17/02/2020

Quando em 2014 o nosso Papa Francisco me recebeu como secretário da Comissão Episcopal para a Amazônia da CNBB em audiência particular falei com ele de três assuntos que na realidade se complementam entre si. Falei da Amazônia como bioma cada vez mais desrespeitado, agredido, arrasado pelo agronegócio, empresas mineradoras, garimpeiros, madeireiras e pelas gigantescas […]

40 anos de Puebla: relevância e ambiguidades para a causa indígena

de Paulo Suess – 20/09/2019

Em Puebla de los Angeles, onde se reuniu a III Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, não foi produzida uma mensagem pastoral específica para os povos indígenas. Os aborígenes são mencionados, genericamente, ao lado de camponeses, afro-americanos, marginalizados, emigrantes e operários. As Conclusões de Puebla, mesmo com muitas limitações, oferecem elementos que podem servir, em continuidade […]

Uma Igreja sinodal e em saída na Amazônia

de Agenor Brighenti, Joachim Andrade, Estêvão Raschietti – 25/07/2019

Por expressa vontade do Papa Francisco, o Sínodo da Amazônia foi cuidadosamente preparado por um longo período de escuta dos povos da região, que abarca terras de nove países (Paloschi, 2019, p. 17-19). E começou com ele mesmo, por uma visita pastoral a Porto Maldonado, no Perú, no dia 19 de janeiro de 2018. Ao […]

Uma avaliação do V Congresso Americano Missionário

de Estêvão Raschietti – 18/07/2018

Animada pelo impulso missionário do Papa Francisco, a Igreja em América realizou o seu V Congresso Americano Missionário (CAM 5) em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), de 10-14 julho de 2018. Com o lema “América em Missão, o Evangelho é alegria” e o tema geral “A alegria do Evangelho, coração da missão profética, fonte […]

Interfaces da morte no imaginário da cultura popular mexicana

de Rafael Lópes Villaseñor – 04/06/2018

O texto é um ensaio sobre a festa do dia dos mortos, com suas diversas faces da morte, no México. A morte é vivida com muita alegria, muitas flores, comida e caveiras sorridentes de açúcar; a morte é ridicularizada e celebrada com músicas, bebidas alcoólicas e rezas. Partimos do princípio de que o culto festivo […]

Por uma Igreja com rosto amazônico e com rosto indígena

de Patrícia Fachin – 11/05/2018

A busca de novos caminhos para a evangelização, especialmente das comunidades indígenas que vivem na Amazônia, mote que orienta o Sínodo Pan-Amazônico a ser realizado em outubro de 2019, significa a “busca de um novo paradigma para a evangelização”, “porque, mesmo depois de 500 anos, nos caminhos da primeira evangelização ainda há entulho teológico-pastoral da […]

“Extra Ecclesiam nulla salus”: história e atualidade de um axioma

de Estêvão Raschietti – 24/01/2018

Este ensaio busca um significado do dogma “extra Ecclesiam nulla salus” (“fora da Igreja não há salvação”) para os dias de hoje. De sua interpretação exclusivista e eclesiocêntrica, que dominou a história da Igreja até o Concílio Vaticano II, é possível encontrar outro tipo de interpretação que atinge nas fontes patrísticas. Inicialmente dirigido aos apóstatas […]

Âmbitos da missão ad gentes para a leiga e o leigo missionário

de Estêvão Raschietti – 01/12/2017

Esse ensaio foi elaborado por ocasião do Seminário sobre Laicato e Missão, promovido pelo Secretariado Internacional da Pontifícia União Missionária, de 13 a 18 de fevereiro de 2017, em Roma. Há uma necessidade de reconstruir um quadro geral da atuação missionária entre missionariedade fundamental e projetos missionários distintos, à luz da projeção ad gentes, diante […]

O batismo da Imaculada Conceição no rio Paraíba e como ela se tornou “nossa” em Aparecida

de Paulo Suess – 31/10/2017

Há 300 anos, três pescadores desceram o rio Paraíba do Sul à procura de peixes. Sem sucesso. Chegando ao Porto Itaguaçu, lançaram outra vez sua rede e, em vez de peixes, apanharam o corpo de uma imagem de barro cozido e, num segundo lance de sua rede, apareceu a cabeça da mesma imagem, logo reconhecida […]